Adoração aos Anjos

   •   27 Agosto, 2010
e-DestaqueNotícias

Os anjos na liturgia da igreja cristã

Haziel, Caliel, Lecabel, Manakel, Mumiah, Ierathel, Omael, Mitzrael, estes são apenas oito nomes de anjos de uma classe de setenta e dois retirados da Cabala Judaica e dispostos no livro Anjos Cabalísticos de Mônica Buonfiglio que, aliás, à época de sua publicação, vendia cerca de três mil exemplares por dia!  Cada um desses anjos, assim como os signos do zodíaco, estão classificados e relacionados aos meses e aos dias da semana, a fim de que os consulentes descubram o seu “anjo da guarda” e a ele preste culto, de acordo com sua data de nascimento. Exércitos de pessoas foram arrebanhadas por essa “nova ordem” cúltica dos fins dos tempos. Os anjos são invocados, pessoas pregam em nome deles, ministram terapias e evocam curas através de seus poderes. Afirma-se que estão mais próximos de nós do que Deus, e que resolveram revelar-se no fim dos tempos para ajudar a humanidade. O sol ainda não havia se posto no horizonte do ceticismo quando foi eclipsado pelas crenças desenfreadas nos gnomos, duendes e pedras energéticas e, agora, ao que parece, nos anjos. O sofisma esotérico de que os anjos estão mais próximos de nós do que Deus, e por isso, são intermediadores entre o mundo espiritual e terrenal, não é novo. Na igreja em Colossos (2.18) Paulo debatia contra as religiões de mistério da antiga Grécia que afirmavam que os demiurgos ou aeons (seres espirituais entre os homens e Deus) estavam mais próximos de nós do que Deus. Os gnósticos tentaram introduzir esse falso ensino na igreja cristã. Os iniciados, os conhecedores dos mistérios mais profundos, eram os que cultuavam e reverenciavam os seres angélicos. Na cidade de Colossos, todos conheciam a lenda de que o arcanjo Miguel era o responsável pela existência do rio Lico. Por essa razão, um templo fora construído em sua homenagem às margens do rio da cidade. Justino Mártir (século II) informa-nos de que alguns crentes veneravam as hostes dos anjos bons. No século IV, o culto aos anjos tornou-se uma prática generalizada entre a cristandade, da qual o arcanjo Miguel era o anjo principal. A proeminência dos seres angélicos nota-se até mesmo na arte da Igreja Medieval, principalmente no período lúgubre da Igreja, descrita pelos iluministas como a “Era das Trevas”.  Na modernidade ainda jorra um filete acanhado dessa vertente gnóstica nalgumas igrejas cristãs, principalmente pentecostais e neopentecostais. Nessas comunidades, a declaração da presença de um anjo ou uma visão deste arrebata freneticamente os cristãos, muito mais do que a exposição das Escrituras Sagradas. Nessas combalidas comunidades os anjos são canonizados através dos cânticos, dos chavões, da linguagem mítica e hierofânica. Os membros de algumas dessas igrejas são incentivados a terem experiências místicas com seres celestes – evoca-se mais a presença deles do que a do próprio Cristo que os criou (Cl 1.16,17; 2.18). É a igreja perdendo a direção e prioridade na modernidade tardia (Ef 3.10). Todavia, Paulo advertiu a igreja que estava em Colossos contra o culto aos anjos, e principalmente a respeito dos mestres e pregadores itinerantes que, sob a máscara da humildade, deturpavam o direito do próprio Deus – o culto, adoração. O Apóstolo João, que recebeu na História da Igreja a alcunha de “o Divino”, por ser considerado o mais espiritual e místico dentre os apóstolos, no esplendor da glória que lhe havia sido revelada no Apocalipse, foi repreendido por duas vezes por um anjo, ao prostrar-se aos pés do que lhe falava a fim de adorá-lo: “Vê, não faças isso; sou conservo teu e dos teus irmãos que mantêm o testemunho de Jesus; adora a Deus.” (Ap 19.10 cf. Ap 22.8,9). Isto confirma que os anjos são seres criados, conservos daqueles que guardam o testemunho de Cristo, espíritos que ministram a favor dos que herdarão a vida eterna, e por isso, não devem ser adorados. A verdadeira espiritualidade está na adoração centrada em Deus e somente nEle. Cabem aqui as sensatas palavras de William Baker que afirmou: “Existe uma única maneira de desmitologizar as fantasias populares a respeito dos anjos – voltar à realidade bíblica”. Não me admiro de que o mundo não conheça a doutrina bíblica dos anjos, pois os próprios crentes a têm ignorado. *Esdras Costa Bentho é pastor, teólogo, especialista em Hermenêutica Bíblica e pesquisador em Hermenêutica Filosófica, chefe do Setor de Bíblias e Obras Especiais da CPAD e escritor. É autor dos livros “A Família no Antigo Testamento – História e Sociologia” e “Hermenêutica Fácil e Descomplicada”, e co-autor de “Davi: As vitórias e derrotas de um homem de Deus”, todos títulos da CPAD. Fonte: CPADnews

  1. Benedita Aparecida de Jesus disse:

    Esta sociedade precisa de conhecimento,como diz: conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.. estão cegos ,surdos e mudos por isso acreditam em qualquer coisa..

  2. joaobatista disse:

    A BIBLIA FALA PARA ADORAR SÓ A CRISTO JESUS,FOI O UNICO QUE MORREU POR NÓS.

    1. Emanuel disse:

      Onde fala isto?

  3. erandi pereira de souza disse:

    adoraçao so aquele quer e digino de toda honra e glogia qer morreo por nos so a jesus. rei dos reis

  4. Ezirlene Machado de Souza disse:

    “Porque dele (Deus) e por ele (Deus) e para ele (Deus) são todas as coisas; glória, pois, a ele (Deus) eternamente.
    Amém. Romanos 11:36
    Não conheço outro nome a quem devamos dar louvores….

  5. anderfisico@hotmail.com disse:

    É notório mesmo em nossos dias a adoração aos anjos. Infelizmente até mesmo no meio evangélico vemos louvores sendo entoados a esses seres, e como a Bíblia nos diz, são seres que ministram a favor dos fiéis. O pior é que não é só a adoração a anjos que invade nossas igrejas nos últimos dias. A tal da superstição, da simpatia também. Irmãos isso também é paganismo, esoterismo, etc. É crente que não passa debaixo da escada com medo de azar, crente que coloca fitinha vermelha no braço do bebê pra espantar mal olhado, crente fazendo simpatia pra criança andar..vamos parar com isso, Jesus está as portas.
    Fiquem com Deus!

  6. denise parron disse:

    Salmo 103 vers. 20 falam dos anjos… Eles foram criados para servirem e obedecerem a Deus… O povo perece por falta de conhecimento da Palavra de dEus! Que Deus tenha misericórdia!

  7. Tabata disse:

    AMEI ESTE SITE…ESTAVA AQUI NA AULA EXTRA DO MEU CURSO DE INFORMÁTICA PROCURANDO ALGO INTERESSANTE,JÁ QUE NÃO TENHO COMPUTADOR EM CASA E DOIU GRAÇAS AO SENHOR E AO TEU ESPÍRITO SANTO POR TER ME GUIADO ATÉ ESTE SITE ABENÇOADO…JÁ LI SOBRE A TEORIA DA LACUNA E HÁ POUCO SOBRE A ADORAÇÃO AOS ANJOS E ESTOU PASMA EM TOMAR CONHECIMENTO SOBRE A IGNORÂNCIA DE MUITOS POR AÍ…É MAIS FÁCIL CREREM EM UMA FANTASIA ABSURDA E CRIAREM DISTORÇÕES IMPOSSÍVEIS O QUE CRER NO DEUS TODO PODEROSO…ÚNICO…ÚNICO DIGNO DE ADORAÇÃO…SÓ PEÇO A DEUS QUE ABRA OS OLHOS ESPIRITUAIS DOS CRISTÃOS E DÊ SABEDORIA AOS ÍMPIOS,PORQUE A CEGUEIRA ESTÁ DEMAIS…QUE CONTINUEMOS BUSCANDO NA BÍBLIA SAGRADA AS RESPOSTAS DAS NOSSAS QUESTÕES E TIRANDO TODAS AS NOSSAS DÚVIDAS ATRAVÉS DELA, POIS SABEMOS QUE DEUS IINSPIROU HOMENS PARA ESCREVÊ-LA COM TUDO O QUE NECESSITAMOS…E QUE DEUS CONTINUE ABENÇOANDO TODOS AQUELES QUE TRABALHAM PARA QUE ESTE SITE CONTINUE NA DIREÇÃO DO DEUS ALÍSSIMO..A PAZ DO SENHOR!!!

  8. franca disse:

    SÓ HÁ UM ÚNICO INTERMEDIÁRIO ENTRE DEUS E O HOMEM, JESUS CRISTO A ELE SEJA DADA TODA HONRA E TODO O LOUVOR.

  9. elaine garcia dos santos disse:

    que a paz esteja com voces, gostei muito de encontrar este site me ajudou muito em varios sentidos obrigado elaine e robson

  10. Liana Novaes disse:

    Concordo com o irmão Franca, acredito que, entre Deus é os homens só há um intermediário Jesus Cristo e a ele toda honra,e todo louvor.

  11. rosimaire disse:

    MUITOS ENTRAM NESSES ERROS POR CAUSA DE MUITOS LIDERES SEM TEMOR A DEUS,
    E ACABAM EMPREGUINANDO UMA COMUNIDADE INTEIRA.
    MAS O SANGUE DE JESUS TEM PODER,
    EA PALAVRA NOS DIZ :OLHAI SOMENTE PARA CRISTO AUTOR E CONSUMADOR DE VOSSA FÉ.

    (FOI ESCLARECEDOR ESSE TEMA)

  12. Denise disse:

    Não deixem que ninguém os humilhe, afirmando que é melhor do que vocês porque diz ter visões e insiste numa falsa humildade e na adoração de anjos. Essas pessoas não têm nenhum motivo para estarem cheias de si, pois estão pensando como qualquer outra criatura humana pensa.
    Colossenses – 2.18

Deixe uma resposta

Inscreva-se em nossa newsletter