A verdadeira Assembléia de Deus

   •   6 Julho, 2010
e-DestaqueNotícias

De onde veio e para onde vai essa igreja quase-centenária

 A Igreja Evangélica Assembleia de Deus, pioneira do Movimento Pentecostal no Brasil, completará 100 anos em 2011. Como assembleiano, sinto-me honrado por pertencer a essa instituição histórica que já teve em suas fileiras homens como Gunnar Vingren, Daniel Berg, Samuel Nyström, Orlando Boyer, Nels Nelson, Bernard Johnson, Lawrence Olson, Lewi Petrus, José Amaro da Silva, Eurico Bergstén, Cícero Canuto de Lima, Paulo Leivas Macalão, Alcebíades Vasconcelos, Estevam Ângelo de Souza, João Batista da Silva, José Leôncio da Silva, Rodrigo Santana, Isaac Martins, Alfredo Reikdal, Valdir Nunes Bícego e tantos outros. Graças a Deus, ela ainda conta com homens piedosos, como José Wellington Bezerra da Costa, Antonio Gilberto da Silva, José Pimentel de Carvalho, Raimundo João de Santana, Sebastião Rodrigues de Souza, José Antonio dos Santos, Anselmo Silvestre, José Apolônio da Silva e outros pastores mais jovens, fiéis à Palavra do Senhor. Às vésperas de seu centenário, no entanto, a Assembleia de Deus vem sofrendo na mão de alguns líderes, pregadores e cantores que não têm compromisso com a sã doutrina, os quais dão lugar a preferências pessoais, pontos de vista dissociados das Escrituras, experiências “transcendentais” e modismos injustificáveis. Tudo isso para atraírem multidões incautas e aumentarem receitas de igrejas ou patrimônios pessoais, ignorando textos como Mateus 7.13-23; 24.12; João 6.60-69; 2 Coríntios 2.17; 2 Timóteo 4.1-5 e 1 Timóteo 6.9,10. A "NOVA GERAÇÃO" Muitos líderes da chamada “nova geração”, sem visão espiritual e discernimento (Ap 3.17-19; Is 5.20; 1 Co 2.15), se deixam enganar por animadores de auditório, super-pregadores malabaristas e cantores famosos, celebridades que fazem muitas exigências. Por quê? Porque esses astros do mundo gospel conseguem juntar muita gente e, consequentemente, arrecadar boas ofertas... No final, todos ficam satisfeitos com os resultados (principalmente, financeiros). Menos o Senhor Jesus. Em muitos congressos, pregadores (pregadores?) famosos se valem de técnicas de manipulação de massa para conseguirem o seu intento: conquistar o público, para depois “arrancar” dele a maior quantia em dinheiro vivo, cheques (muitos sem fundo, que geralmente ficam na igreja) e bens, como relógios, alianças, etc., que também costumam ficar na igreja... Técnicas como mandar o povo juntar as mãos, para as separarem apenas depois da ordem de super-pregadores (exibicionistas), têm sido usadas para supostamente demonstrar o poder de Deus. Mas isso nada tem que ver com o Evangelho. É produto da sugestão psicológica. Outra estratégia usada por super-pregadores é derrubar pessoas e “anestesiá-las”, a fim de que recebam uma “cirurgia celestial”. Quando vários irmãos incautos estão deitados no chão, o pregador (pregador?) brada: “Agora vou tirar a anestesia por alguns instantes”. Isso basta para que várias pessoas comecem a gritar, deixando a plateia bastante eufórica. Sabe como se chama isso? Hipnose! Nosso tempo tem sido marcado por imitações, más inovações (pois existem as boas inovações), misticismo e falsificações dentro das igrejas (At 20.27-30; 2 Pe 2.1,2; 1 Tm 6.3,4). Mas a Assembleia de Deus cresceu no Brasil seguindo ao modelo bíblico (2 Tm 1.13; Hb 8.5), e não a práticas místicas. Os pioneiros do Movimento Pentecostal foram fiéis à Palavra do Senhor (1 Pe 1.23,24) e puseram o fundamento (1 Co 3.10). Cabe a nós, que cremos na operação multíplice do Espírito Santo (1 Co 12.4-11), saber como devemos edificar. O MODELO DO VERDADEIRO PENTECOSTES O modelo para nós, hoje, continua no livro de Atos dos Apóstolos (ou melhor, Atos do Espírito Santo), especialmente no capítulo 2. Ali encontramos as características do verdadeiro Pentecostes, que gera crentes e igrejas genuinamente pentecostais. As aberrações que vemos em nossos dias se devem ao distanciamento do modelo bíblico-apostólico. Em Atos 2.1-4, vemos que todos estavam reunidos. A palavra “todos” é inclusiva, o que denota unidade no Espírito Santo. Não havia lugar para discordâncias, contendas, divergências pessoais em torno das coisas de Deus; todos estavam ali, juntos, reunidos. Será que havia naquela igreja espaço para disputas desleais por posição, cargo, etc., como vemos em nossos dias, principalmente em convenções de ministros? No dia de Pentecostes, veio do céu um som como de um vento (At 2.2). O que está ocorrendo atualmente nas igrejas vem mesmo do Alto? Reflitamos sobre a origem daquilo que ouvimos, vemos e sentimos (At 17.11). O verdadeiro revestimento de poder do Espírito vem de cima (Lc 24.49; At 11.15). A Palavra de Deus nos alerta quanto a “outro espírito” (2 Co 11.4), isto é, espíritos que se passam pelo verdadeiro Espírito de Deus (1 Jo 4.1). O som que veio do Alto era como de um vento. Não houve vento natural, e sim algo semelhante a seus efeitos. O que isso representa? O vento tem as seguintes características: impulsiona; separa (Sl 1.4; Mt 3.12); movimenta; fertiliza (Cl 4.16; Jo 3.5,8); limpa; não tem cor (favoritismo, individualismo, discriminação); move-se continuamente (cf. Ec 1.6; Gn 1.2); espalha perfume; suaviza no calor; vivifica (Ez 37.8-10). Mas devemos ter cuidado com os ventos que não provêm do Espírito de Deus (Mt 7.25; Ef 4.14). Línguas como que de fogo também foram repartidas (At 2.3). O verdadeiro Pentecostes tem algo para se ouvir, para se ver e para se repartir, mas “do Céu”. Textos como Atos 2.4; 10.44-46 e 11.15 evidenciam que as línguas estranhas são o sinal físico inicial do batismo com o Espírito Santo. Elas são apresentadas, também, como um dos dons espirituais (1 Co 12.10,30). É isso que evidencia o batismo no Espírito, e não “quedas de poder” ou risos intermináveis. As línguas foram “como que de fogo”. O que isso significa? O fogo tem as seguintes características: alastra-se; comunica-se; purifica; ilumina; aquece. A Assembleia de Deus, bem como toda e qualquer igreja que deseja caminhar sob poder do Espírito, precisa desse fogo do Céu! Diante da manifestação do Espírito de Deus no dia de Pentecostes, muitos zombaram, dizendo: “Estão cheios de mosto” (At 2.13). Esses escarnecedores não eram pessoas ímpias, e sim religiosas. Hoje não acontece a mesma coisa? Há muitos zombadores e críticos religiosos. A Palavra de Deus afirma que, no último tempo, haveria escarnecedores (Jd v.18). Entretanto, Pedro, cheio do Espírito Santo, pôs-se em pé e, além de dar uma resposta aos zombeteiros, pregou a Palavra de Deus (At 2.14-15). O verdadeiro Movimento Pentecostal é formado por crentes cheios do Espírito que ficam de pé para pregar o Evangelho, e não por aqueles que, dando lugar às suas emoções ou seguindo a modismos, caem ao chão para usufruir de “novas unções”... Em muitos púlpitos (ou palcos?) não há mais espaço para a pregação expositiva. O tempo é ocupado por excesso de música, peças teatrais, coreografias... A Assembleia de Deus precisa olhar para os pioneiros (Jr 6.16) e se lembrar do temor que eles possuíam, do amor à Palavra e à oração, do desejo de evangelizar... Só assim o capítulo 29 de Atos do Espírito Santo continuará sendo escrito por essa igreja e outras, fiéis às Escrituras. Fonte: CPAD News - Ciro Sanches Zibordi

  1. Alis Maria disse:

    Como é saboroso o deleite na presença do senhor, a pureza do Espírito Santo em nosso meio, agradeço ao senhor Jesus Cristo pela igreja a qual estamos servindo unidos aos demais irmãos, pois ainda busca verdadeiramente a visão celestial e ensina de acordo com a bíblia. Alis Maria

  2. luanacarla disse:

    Abre – te o olho igreja.

  3. leopoldina novaes de mesquita disse:

    A paz do SENHOR!
    Realmente,estao distorcendoa palavra de DEUS em muitas igrejas. Eu fico angustiada, quando estou em uma igreja e comecam a inventar coisas, como muitas pecas de teatro, muitos shows musicais e quase nao tem a pregacao da palavra, que e o alimento que vamos buscar, fico mesmo triste , quando isso acontece, porque e a palavra que nos edifica, que nos sustenta. Acho um absurdo esse negocio de comercio musical, shows evangelicos, em vez de culto ao DEUS vivo, porque para mim esses ditos shows, nao sao cultos. Estao fazendo da casa do SENHOR, casa de mercadores, uma tristeza.
    Deus os abencoe!

  4. lafaiete disse:

    A paz do senhor!
    Creio eu que a igreja deveria ir ao mundo,mas eles fazem com que o mundo vá para dentro das igrejas…,infelizmente.

  5. charlles santos disse:

    Hoje, infelizmente existem muitas CRIATURAS nas igrejas pentencostais e não filhos de Deus, são pessoas que não estão realmente debaixo do poder de Deus, porém somente esquentando banco, por culpa muitas das vezes de quem dirigi o culto, pois estas pessoas são espelho do dirigente. Dirigente sem compromisso com a poderosa palavra de Deus, pregando somente coisas boas, pois tem medo de pregar a doutrina realmente cristalina da razão de Deus. Muitas das vezes agem desse jeito com medo de perder as “ovelhinhas”, se realmente são ovelhas, devem ficar sabendo que o pastor quer somente seu bem. Na verdade, finalizando este meu comentário, acho que devemos nos humilhar cada a dia mais, debaixo da potente mão de Deus, afim de que Ele, se for da sua vontade possa ter misericórdia de nós e que possamos também a cada dia, pregar a genuína palavra de Deus e não camufla-la, pois só sentirão na vista aqueles que ainda estão cegos. Deus, pelo seu filho e salvador Jesus Cristo, nos abençõe.

  6. verdokas2010 disse:

    A PAZ DO SENHOR
    SOUMEMBRO DA ASSEMBLEIA DEDEUS EM PORTUGAL
    AMO ESTA CASA E OS IRMÂOS E O PASTOR EM CRISTO JESUS
    DEUS VOS ABENÇOE A TODOS EM NOME DE JESUS
    sandra

  7. vera lucia araujo disse:

    paz irmaõs eu ando meio preucupada pois o povo de DEUS anda se esquecendo do oleo que move a nossas vidas espiritual que e o ESPIRITO SANTO ,falam de DEUS de JESUS mas nosso cristaõ verdadeiro sabemos que so com a trindade podemos passar por as adivercidades desta vida,para enfim chegarmos ao nosso alvo que e a eternidade.

  8. Pousoalegrense disse:

    Fui membro da IEAD por aproximadamente 13 anos.(Primitiva, originaria dos ensinamentos dos primeiros pais da Igreja). Amo a igreja a qual pertenci pela prioridade que dá a Palavra de Deus. Hoje não sou mais assembleiano. Hoje, no geral, criaram-se tronos e sucessões nas igrejas, onde passa-se de pai para filho a presidência da igreja. Vejo isto como um das causas das diviões que ocorreram e ocorrem até hoje no seio da IEAD.

  9. Torquato da Silva disse:

    É necessário não esquecer as origens pois só assim não se perde a identidade.
    Não sou assembleiano, sou batista, porém conheço bem a sua brava história história, assim como é também a historia dos batistas.

  10. elias freitas da silva disse:

    Graças a Deus, ela ainda conta com homens piedosos, como José Wellington Bezerra da Costa, ///// ????????????acredito q o referido pr e seu grupo,são um dos grandes males da a.d no brasil,com sua politica de poder a qqer preço.ORA VEM SENHOR JESUS!

  11. RENATOG disse:

    Palavras como ‘igreja’, ‘sociedade’, ‘religião’, ‘mundo’, são só palavras sem nenhum conteúdo, são como caixas vazias.
    O indivíduo é a única realidade que existe.
    O mundo não é nada mais do que a coletividade de indivíduos, então, seja lá o que for a sua igreja, o mundo, é a sua contribuição.
    Se for feio, você contribuiu para a feiúra, se for ódio, inveja, raiva, ambição, cobiça, você contribuiu com todo este inferno no qual está vivendo.
    Você não pode jogar a responsabilidade em outra pessoa.
    você tem de aceitar a responsabilidade sobre os teus próprios ombros.

    Estamos sempre passando a responsabilidade adiante.
    Se existe guerra, se existe corrupção na politica, nas igrejas,
    É muito fácil para nós apontar para essas pessoas e dizer que elas são responsáveis.
    Mas quem as cria?
    Os vendilhões do templo, e tambem os Adolf Hitlers, são nossa contribuição.
    Sem nós, eles são ninguém, é o nosso voto, é o nosso apoio, que os fazem ser o que são.
    Então, no momento em que você condena alguém, você está condenando a si mesmo.
    Seja lá o qual indireta seja a sua contribuição, ela existe.

    Por exemplo:
    Você pode ser contra a guerra, pode ser um pacifista, sempre com uma bandeira protestando contra a guerra, contra a violência.
    Então voce pode pensar… “Como posso ser responsabilizado?”
    Mas os seus protestos, o seu pacifismo, a sua luta contra a guerra ainda é parte da guerra,
    você não é um homem de paz.
    E você pode observar isso quando as pessoas protestam, a sua raiva, a sua violência é tão óbvia que a gente pensa por que essas pessoas estão protestando contra a guerra.
    Elas deveriam se juntar a algum lado da guerra, elas estão cheias de raiva, ódio.
    Colocam uma máscara, mas por dentro está a mesma raiva, o mesmo ódio, a mesma violência, a mesma destrutividade contra qualquer pessoa que não concorda com elas.
    Elas estão contribuindo com tanta violência no mundo quanto qualquer outra pessoa.

    Toda pessoa, onde quer que esteja, seja lá o que for que faça, deve aceitar que está ajudando a criar esse mundo que existe ao nosso redor.
    Se ele é insano, você contribuiu para essa insanidade da sua própria maneira.
    Se ele é doente, você também é um parceiro em torná-lo doente.
    A menos que você compreenda que,
    “eu também sou responsável por esse mundo, insano e miserável,”
    não existe possibilidade de mudança.
    Quem vai mudar? Todo mundo acha que alguém mais é responsável.

    Você pode pensar:
    “Eu posso ter contribuído… mas apenas com um pouquinho”
    Mas um oceano não é nada mais do que milhões e milhões de gotas.
    Uma gota não pode pensar que é responsável pelo oceano, mas a gota é responsável.
    Sem a gota não haveria oceano.
    O oceano é só um nome, a realidade está na gota.
    Aceitar a sua responsabilidade irá transformá-lo, e a sua transformação é o começo da transformação da sua igreja, da sua casa, do seu trabalho, da sua rua, do seu bairro, e por fim, do mundo todo, porque você é o mundo.
    Se essa revolução acontece em você, voce carrega essa revolução para o mundo todo.

    Se você quiser mudar a sua igreja, o mundo, não comece mudando a sua igreja, e o mundo.
    Essa é a maneira errada que as pessoas tem seguido até agora.
    Mude a sociedade, mude a estrutura econômica, mude as instituições religiosas, Mude isso, mude aquilo. Mas não mude o indivíduo. Essa é a razão pela qual todas as revoluções falharam.
    Só uma revolução pode ser bem sucedida, o que não foi tentado até agora,
    e essa é a revolução do indivíduo.
    Mude você mesmo, esteja alerta para não contribuir com qualquer coisa que torne a sua igreja, o seu mundo um inferno.
    lembre-se de contribuir com alguma coisa para a sua igreja, e para o mundo que o torne um paraíso.
    Esse é todo o segredo de uma pessoa verdadeiramente religiosa.

    Um bjo aos amigos.

  12. willian chaves disse:

    A ASSEMBLEIA DE DEUS É A FAVOR DO ABORTO?…..

    DIGO ISSO PORQUE HOJE 24/07/2010, FOI DIVULGADO NO SITE BOL UMA MATÉRIA EM QUE A ASSEMBLEIA DE DEUS APOIA A CANDIDATA A PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF, QUE JÁ DEIXOU BEM CLARO SER A FAVOR DO ABORTO…DO HOMOSSEXUALISMO…..E CONTROLE DA MIDIA….SEM FALAR NO PASSADO DE GUERRILIA QUE MATOU TANTOS………

    LEIAM A NOTICIA:
    http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2010/07/24/dilma-prega-fim-da-era-do-choro-em-evento-com-liderancas-evangelicas-em-brasilia.jhtm

  13. benedito disse:

    onde anda o cantor totinho? aristoteles filho?

  14. Samuel Souza disse:

    Pastor Ciro: Parabéns pelo artigo. Tive o privilégio, debaixo da sombra de meu pai (Estevam Ângelo), de conviver com pioneiros listados inicialmente em seu artigo. Infelizmente, a AD no Brasil está bem mudada. Precisa retornar, urgente, aos primórdios – viver, sim, e com intensidade, o modelo da igreja primitiva descrita em Atos 2. 42-47. Se assim não acontecer, estaremos incluídos na membresia de uma igreja que deixou se descaracterizar com o tempo. Que Deus tenha misericórdia de nós…

  15. luiz disse:

    precisamos nos converter mais,e não imitar o mundo

  16. Samuel disse:

    A Paz Do Senhor Sou Da Assembléia De DEUS Ministério Belém Pastor José Wellington Bezerra Da Costa E Tenho Orgulho De Ser Dessa Primeira E Verdadeira Assembléia De DEUS Aonde Nunca Foi Liberado Coisas Do Mundo Dentro Da Igreja E Nunca Foi Mudada Doutrina Nem Ensinamento Se Desobedecem A Doutrina É Porque Querem Doutrina Nesta Igreja Tem Só Segue Quem Quer Tenho Vergonha Dessas Assembléias Que Liberam Tudo Estão Levando Muitos Inocentes Para O Inferno Vigiai Igreja Pois Não Sabeis A Hora Que Jesus Há De Vir DEUS Vos Abençoe A Paz Do Senhor.

Deixe uma resposta para luanacarla Cancelar resposta

Inscreva-se em nossa newsletter